21 novembro 2008


Deixamos aqui hoje mais um artigo de opinião sobre claques, artigo este publicado no blog Vitoria1992 :

"Saudações Afonsinas!

Sei que o tema que abordarei esta semana poderá ser um pouco melindroso mas não me furto a comentá-lo tendo em atenção que é, para além de tudo o que acarreta, um tema cada vez mais presente no nosso futebol e que se enreda na sociedade civil.

O assunto resume-se numa simples palavra: claques.

Durante esta semana fomos “surpreendidos” com a detenção e inquirição de alguns elementos da claque “No Name Boys” do Sport Lisboa e Benfica por, entre outras coisas, posse, consumo e tráfico de artigos menos lícitos.

Bem sei que “a parte não faz o todo” mas o que é certo é que cada vez mais as claques se confundem com atitudes menos correctas, menos legais e praticamente sempre a coberto dos clubes, os quais conseguem afirmar peremptoriamente que não lhes prestam quaisquer tipos de apoios e, posteriormente, comprova-se que tal não correspondia á verdade, o que ficou mais que verificado neste caso do SLB.

Aqui há duas semanas atrás- em conversa com dois amigos meus- falávamos da importância crescente que as claques têm nos clubes e nas suas direcções tendo-se na altura referido os exemplos da Juve Leo e dos Super Dragões.

Quem não se lembra daquele hino á música que foi o cd da Juve Leo, quando o Sporting foi campeão, e das verbas que adviram da venda do referido cd (o mesmo chegou a andar nos píncaros do Top +)?

Ou então, da importância que os Super Dragões demonstraram ter no seu FCP, através da venda paralela de artigos relacionados com o Porto e que, obviamente, retirava receitas ao clube ou, mais ainda, quando houve aquele “problemazito” com o seu treinador tresloucado, aquele holandês de seu nome Co Adriaanse que foi escorraçado á pedrada e não foi possível até hoje visualizar ninguém no sistema de Vídeo Vigilância. Devem ter comprado as câmaras nos chineses, provavelmente.

Isto leva-me a colocar as seguintes questões:

* Será que a Direcção do nosso Vitória apoia as suas claques? Se Sim, de que forma e qual o motivo?
* Será que as nossas claques andam metidas em negócios dúbios, que para além do mais, só estragariam a imagem do clube que sei que amam tanto como eu? Prefiro que me chamem crédulo a desconfiar, á partida, das pessoas.
* Existe motivo para persistirem duas claques no nosso clube e em locais opostos do estádio? Bem sei que as relações poderão não ser as mais amistosas mas serei o único a verificar que neste caso a união traz a força?

Questões que já se têm levantado e que cada vez se colocam com maior pertinência.

Os cidadãos que se encontram nas claques por esse país fora, são elementos que –eles próprios- auto-excluem-se da sociedade. Conseguem ser ostracizados pelo simples facto de mencionarem que pertencem a uma claque.

Será que tal não é motivo de reflexão? Ou é este apenas mais um preconceito ao qual nos afeiçoamos?

Nem tudo é mau neste mundo das claques pois são eles que mais conseguem impulsionar a equipa, é graças a eles que os jogos também têm mais colorido e animação (criatividade não falta ás nossas duas claques, sempre sem magoar fisicamente ninguém), são eles que conseguem aglomerar os tais “banidos” da sociedade num grupo sentindo-se eles próprios numa sociedade aparte.

Para terminar, espero que os “nossos” White e Insane continuem a comportar-se dentro da razoabilidade e que alguma empresa têxtil forneça umas camisolas ou sweat’s aos elementos dessas claques pelo mundo fora que insistem, em pleno Inverno e com temperaturas de enregelar qualquer um, em assistir ao jogo em tronco nu!! Até faz impressão!! Para além que depois temos aqueles belos espécimes, tipo o do Belenenses.

Turilus,

Mário Rui Rôxo"

7 comentários:

Anónimo disse...

http://publishing.yudu.com/Library/Aw73o/24horasNov203001/resources/index.htm?referrerUrl=http://beta.yudu.com/library/item_details/23365/24horas---Nov.-20---3001

Claques de Portugal mencionado no jornal 24 horas!

Anónimo disse...

Aconselho a publicitarem um artigo do Sr. Luis Ribeiro da visão, e a sua forma estereotipada de ver os grupos de apoio...

Anónimo disse...

hoje se nao m engano é no record da ultima pagina vem um artigo vergonhoso a corticar as claques chegando ao ponto de dizer que bonecas unsuflaveis faziam o mesmo que as claques ocupando as suas respectivas cadeiras. conta tudo e contra todos ULTRAS SEMPRES............. um ULTRA

Anónimo disse...

Concordo plenamente com este artigo muito bom mesmo!!!
E aos NN so tenho a dizer que tenham mais respeito pelo movimento ultra!!!
Saudacoes!!!
Ultra um modo de vida!!!

Anónimo disse...

o gordo dá má fama ao movimento ulta.

POR UM MOVIMENTO ULTRA SAUDAVEL E SEM VIOLENCIA

Anónimo disse...

A todos os ultras;
Já que pelos vistos anda tudo a falar mal das claques novamente inclusive jornalistas,jornalistas estes que para promoverem jogos na tv vao sempre buscar imagens de claques no apoio aos Clubes em questao,pq nao começar a obter dessas imagens rendimentos com direitos televisivos?
Já q nos querem todos legalizados...
Será possivel por vias legais obter esses direitos televisivos?
caso legalmente seja possivel acho q era uma boa maneira de lutar contra esses mrdas todos e nós nao precisamos de mediatismo,apenas precisamos de apoiar o nosso clube!!
Ps:Sinceramente nao sei se este comentario é absurdo ou nao,apenas m passou pela cabeça,mas onde tudo começa a ser possivel nao será possivel tb isto de que falo??

Alguem de Alvalade disse...

Tenho de discordar por completo de a ideia dos direitos televisivos (se é que é possivel) ser proveitoso. Nunca foi nem nunca será essa a mensagem a passar (apesar de alguns o fazerem pelo dinheiro, contra o meu próprio clube falo, Sporting !). Jamais em tempo algum se deve apoiar algo do género.

Quanto a isto dos No Name. Ok o 'Gordo' provavelmente andava por lá sempre, deu a cara em demasia, lixou-se... cérebro de operações? Tenho a afirmar que estas foram realmente na sua maioria de grande cobardia e está a pagar muito por isso... é o que dá se meterem em muitos casos extra-futebol-dias-de-jogos-e-seus-momentos (perceberam certo?). Mas lider? De quê? Claro que os No Name têm que ter alguem sempre a organizar as 'coisas', e muitos sabem quem o fez até ao ano transacto, mas lider lider, não existe e muitos também isso o sabem.

Há quem diga (elementos da luz...) que ainda vai ficar pior, que certa 'guerra' ainda vem. Posso estar errado, mas não será mais uma guerra fria? Sempre assim foi por cá. Ninguém consegue lutar de forma eximia contra o sistema que a todo o custo, todos os fins-de-semana, fazem por acabar com o que muitos amam. Os No Name logicamente não vão acabar nem tão pouco estremecer com isto, simulacro quanto muito, mas combater de forma a levar a melhor... afirmo que não (minha opinião). Não vou estar aqui a 'pedinchar' por se juntarem, ou coisa do género, porque nunca aconteceu... mas pelo menos tenham respeito pelas pessoas envolvidas nos processos... como dizem lá por cima, Nem Santos, Nem Pecadores... Apenas Ultras (era isto?)... e esses existem em todos os clubes, quem faça o mal, quem faça o bem, com ou sem cobardia. Unam-se os amigos, fortalecam os vossos laços... porque mesmo em tempo de guerra fria, a mentalidade e moralidade é soberana. Não cedam !

Cheers !